(16) 3364-2555 (16) 99304-7665

CÂNCER DE MAMA

O QUE É O CÂNCER DE MAMA?
A mama é uma glândula formada por células que compõe os lóbulos onde o leite é produzido e por células que constituem os ductos, que são canais por onde o leite é conduzido até os mamilos. O câncer de mama resulta de uma proliferação desordenada dessas células, sendo mais comum acometer os ductos que os lóbulos.

QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO PARA SE DESENVOLVER O CÂNCER DE MAMA?
Sexo feminino, idade avançada, primeira menstruação antes dos 12 anos, menopausa após 55 anos, não ter tido filhos, primeira gestação tardia (após 35 anos), uso prolongado de terapia de reposição hormonal após a menopausa  e anticoncepcionais orais, mutações genéticas na família e história familiar de câncer de mama.

HOMENS PODEM TER CÂNCER DE MAMA?
Embora seja raro, os homens também podem ser acometidos (cerca de 1% dos cânceres de mama incidem no sexo masculino).

QUAIS SÃO OS SINTOMAS RELACIONADOS AO CÂNCER DE MAMA?
O mais comum é o aparecimento de um nódulo palpável.  A pele pode ter sua coloração alterada, apresentar retrações e até úlceras, os mamilos podem inverter-se e excretar secreções (geralmente transparente ou sanguinolenta). Além disso, podem surgir nódulos na região das axilas e pescoço.

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO DO CÂNCER DE MAMA?
O ideal é fazer os exames de rotina antes mesmo do surgimento de qualquer sintoma. O rastreamento do câncer de mama deve se basear no auto-exame mensal das mamas, consultas regulares ao ginecologista para exame clínico, e realização de exames de imagem conforme cada caso. De acordo com as alterações nos exames, podem ser necessárias punções e biópsias para sua confirmação.

COMO SE FAZ O RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA ATRAVÉS DE EXAMES?
Para mulheres sem fatores de risco recomenda-se a realização de mamografia regularmente a partir dos 40 anos, podendo ser mais precoce e necessário a avaliação com outros exames conforme a história clínica de cada da paciente. A qualidade do exame de mamografia é muito importante para a detecção de lesões e para o diagnóstico precoce do câncer de mama.

COMO É O TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA?
O tratamento é muito variável, podendo ser cirurgia, radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia, ou mesmo uma combinação deles conforme o tipo e o tamanho do tumor.


Para finalizar, lembramos que é muito importante que as mulheres façam sempre o auto-exame das mamas, visitas regulares ao ginecologista, a mamografia e outros exames quando necessário, pois quanto mais precoce a detecção do câncer de mama maiores são as chances de cura e sucesso no tratamento.

Imagem de Mamografia mostrando o presença de Câncer de Mama indicado pelo seta.

Imagem de Mamografia mostrando o presença de Câncer de Mama indicado pelo seta.